Tuesday, December 27, 2005

O CANTO E AS ARMAS

Nestes dias de mudanças, apeteceu-me recordar este momento poético...



"É possível falar sem um nó na garganta.
É possível Amar sem que venham proibir.
É possível correr sem que seja a fugir.
Se tens vontade de cantar não tenhas medo: canta.
É possível andar sem olhar para o chão.
É possível viver sem que seja de rastos.
Os teus olhos nasceram para olhar os Astros.
Se te apetece dizer não, grita comigo: Não!
É possível viver de outro modo (...).
É possível viver o Amor (...).
É possível viver de pé.
Não te deixes murchar.
Não deixes que te domem.
É possível viver sem fingir que se vive.
É possível ser Homem.
É possível ser livre, livre, livre."

Manuel Alegre

3 Comments:

Anonymous Marta said...

Grandes recordações! Lindo poema...
Seremos algum dia livres dos jogos dos déspotas?

11:42 AM  
Anonymous João said...

Tás a fazer campanha pelo Homem?
Pois é ele merecia lá ir parar. mas certamente vai continuar em Coimbra...

11:33 AM  
Anonymous Anonymous said...

Looking for information and found it at this great site...
» »

5:33 AM  

Post a Comment

<< Home