Thursday, May 25, 2006

Pus o meu sonho num navio
E o navio em cima do mar;
- depois, abri o mar com as mãos,
Para o meu sonho naufragar

Minhas mãos ainda estão molhadas
Do azul das ondas entreabertas,
E a cor que escorre de meus dedos
Colora as areias desertas.

O vento vem vindo de longe,
A noite se curva de frio;
Debaixo da água vai morrendo
Meu sonho, dentro de um navio...

Chorarei quanto for preciso,
Para fazer com que o mar cresça,
E o meu navio chegue ao fundo
E o meu sonho desapareça.

Depois, tudo estará perfeito;
Praia lisa, águas ordenadas,
Meus olhos secos como pedras
E as minhas duas mãos quebradas.


(Cecilia Meireles)

5 Comments:

Blogger El Navegante said...

Beleza pura , palabras sublimes e sentimentos cheios de magía, como a tua elecçao da magía mesmo para se comunicar con quem saben ovur uma alma apaixonada da vida e do amor puro.
Beijo

8:58 AM  
Blogger Cakau said...

Também eu já tinha saudades tuas :)

Que todos os teus sonhos (colocados em navios), cheguem ao seu destino :)

Beijinhos e boa semana *

2:25 PM  
Blogger Dafne said...

Adoro este poema de Cecília Meireles. Ela era uma mulher de uma sensibilidade extrema.
Uma boa semana
Dafne

2:33 AM  
Anonymous Anonymous said...

Wonderful and informative web site.I used information from that site its great.
golf outing sponsorships http://www.boating-instruction.info/code-alarm-car-link.html Black widow automotive alarm Sun prairie hockey ungo clarion car alarm Frank ryan cosmetic surgery Congressional mazda Isuzu+cars Cobra radar detector windshield mount Car alarm epinions bookcases car alarm stickers Skin care for black man Application development outsourcing web design http://www.astonmartin4.info/alarm_car_security_viper.html car alarm one way

1:58 AM  
Anonymous Anonymous said...

Keep up the good work white blouses links Frederick's hollywood mature buy contact lens without a current prescription jenna jameson extreme love doll Sexlog ass Answering service new york houston

5:10 PM  

Post a Comment

<< Home