Wednesday, August 09, 2006

Meti-me, sim, pelos trilhos do mar
Encontrei das algas o sabor a ti
Na minha pele, um doce de amargura
Suavemente se instalou pelos meus poros
Transformados em rede dos sentidos.

Andei à deriva porque momentaneamente
perdi a âncora do meu ser
Fiquei órfã de carinhos,
De ti, restaram-me saudades
Dos momentos que partilhámos com doçura
Fazendo refulgir o nosso amor
Em loucas ondas de ternura

Ao vogar neste mar agora mais triste
Não deixo de pensar que bom seria
Se o amor florescesse alegremente e com ternura
Em cada beijo teu um sentimento novo de alegria
Cheio de sol e nunca de amargura…

Como tudo tem um ciclo próprio
O que é preciso é acreditar na própria vida!
Pois ela encarregar-se-á de nos ensinar
A medida de tudo…

3 Comments:

Anonymous Ana Catarina said...

Verdade!

Bonito!

Beijito,

8:24 AM  
Blogger Bel said...

Vivendo e aprendendo a cada momento e com todos os momentos.
Um bj

1:46 PM  
Anonymous Anonymous said...

best regards, nice info » » »

7:11 PM  

Post a Comment

<< Home