Wednesday, February 08, 2006

O amor partiu para parte incerta...

O amor partiu para parte incerta
Não avisou.
Não se despediu.
Saiu deixando moradas desertas
sem aviso prévio… Partiu.
Quem primeiro notou a ausência foram os poetas
Nas páginas que sem amor ficaram escuras
Nos versos que sem ternura se tornaram raros
Nas palavras que se rasgavam de tão duras.
Os músicos sem amor não encheram pautas,
De notas que eram sons e sons que eram harmonia
E a música tocada sem amor era nota sem Dó, sem Clave sem Sol.
Descompasso.
Agonia.
Correm rumores que sem rota marcada o amor se fez ao mar
Que partiu infiltrado, clandestino num voo espacial
Que caminha errando e errante num deserto sem nome
Procurando a razão de ser.
Primeira.
Original.
Gasto.
Cansado.
Sem aviso prévio
Um dia o amor simplesmente… Partiu.

7 Comments:

Anonymous singularidade said...

Olá, passear no teu cantinho foi muito agradavel.

Beijinhos

6:07 AM  
Blogger xana said...

Mas volta...
Ele volta, Luz Dourada.
Ah.. ele volta...
Que o amor,
o amor... volta sempre.

um abraço amoroso para ti.

11:29 AM  
Blogger Silmara Roberta said...

Boa tarde, oi sou nova por aqui e estou querendo fazer novas amizades, então entrei vi seu canto e achei muito lindo, desculpe-me entrar sem convite. Quanto ao post é bonito e como tenho fé digo o amor nunca acaba apenas dorme e jaja ele acordará com força total! Um lindo final de semana a vc, beijos!

11:43 AM  
Anonymous Anonymous said...

este poema é da encandescente!

2:34 PM  
Anonymous Anonymous said...

This is very interesting site... » » »

10:08 AM  
Anonymous Anonymous said...

Enjoyed a lot! »

4:34 PM  
Anonymous Anonymous said...

I have been looking for sites like this for a long time. Thank you! »

12:00 PM  

Post a Comment

<< Home